Washington Alves/Estadão
Washington Alves/Estadão

Venda de veículos em 2016 retrocede uma década, mostra prévia

Números preliminares mostram que foram comercializados 2,05 milhões de unidades no ano passado, uma queda de 20% em relação ao nível de 2015

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2017 | 14h53

A venda de veículos novos no Brasil caiu 20% em 2016, para 2,05 milhões de unidades, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, apontam números preliminares obtidos pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real da Agência Estado, com fontes do setor automotivo. Trata-se do menor volume desde 2006 e da quarta retração anual seguida. Os dados oficiais serão divulgados na quarta-feira, 4, pela associação de concessionários de veículos Fenabrave. 

Entre os veículos leves, que consideram os segmentos de automóveis e comerciais leves e somam a maior fatia do mercado, os emplacamentos atingiram 1,98 milhão de unidades em 2016, recuo de 19,7% em comparação com o resultado do ano anterior.

Só em dezembro, foram vendidos 199.222 veículos leves, queda de 9,7% sobre o resultado alcançado em igual mês de 2015, mas crescimento de 14,8% em relação ao volume de novembro.

Os números definitivos serão divulgados amanhã pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A projeção mais recente da associação de concessionárias aponta para queda de 19,5% na venda de veículos leves. 

Tudo o que sabemos sobre:
BrasilBroadcastAgência Estado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.