Estadão
Estadão

Venda de veículos novos cresceu 26,6% em relação ao mesmo mês de 2018

Parte da expansão é explicada pelo maior número de dias úteis, já que o carnaval em 2018 caiu em fevereiro

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

01 de março de 2019 | 11h47
Atualizado 01 de março de 2019 | 16h09

A venda de veículos novos no Brasil cresceu 26,6% em fevereiro ante igual mês do ano passado, para 198,6 mil unidades, em soma que considera veículos leves e pesados. O balanço foi divulgado na tarde desta sexta-feira, 1º, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), federação que representa as concessionárias.

Parte da expansão, contudo, é explicada pelo número de dias úteis, uma vez que o carnaval do ano passado caiu em fevereiro e o deste ano será em março. Na média diária, portanto, o avanço foi menor, de 14%, para 9,9 mil unidades.

O volume registrado em fevereiro, se comparado a janeiro, apresenta queda de 0,57%, também em função da diferença de dias úteis, porque, na média diária, houve crescimento de 4,4%.

No acumulado do ano, as vendas somam 398,4 mil unidades, alta de 17,8% em relação ao primeiro bimestre do ano passado.

Os veículos leves, que somam os segmentos de automóveis e comerciais leves, registraram 189,9 mil emplacamentos no segundo mês de 2018, conforme antecipou o Estadão/Broadcast pela manhã. O resultado corresponde a uma alta de 25,2% em comparação a igual mês de 2018, mas baixa de 0,4% ante janeiro. O ano acumula 308,5 mil unidades, avanço de 16,3%.

A Ford, que na semana passada anunciou que encerraria a operação de São Bernardo do Campo, responsável pela produção de caminhões e do Fiesta, teve resultados abaixo do mercado no segmento de leves.

Em fevereiro, a marca norte-americana vendeu 15,1 mil unidades, alta de 9,4% em relação a igual mês do ano passado. Na média diária, houve queda de 1,5%, para 755 unidades.

A GM, que em janeiro ameaçou deixar de produzir no Brasil caso não voltasse a ter lucro, segue como líder de mercado, com 33,9 mil unidades vendidas em fevereiro, crescimento de 24,1% ante igual mês do ano passado. Na média diária, houve avanço de 11,7%.

Entre os pesados, as vendas de caminhões atingiram 6,8 mil unidades em fevereiro, crescimento de 65,9% ante igual mês do ano passado, mas recuo de 1,6% na comparação de janeiro. O bimestre registrou a venda de 13,7 mil unidades, expansão de 58%.

Os ônibus, por sua vez, tiveram 1,9 mil emplacamentos, alta de 75,2% em relação a fevereiro do ano passado. Na comparação com janeiro, o segmento teve recuo de 9,8%. O ano acumula 4,1 mil unidades vendidas, avanço de 84,1% ante o primeiro bimestre do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.