Venda de veículos novos cai 20,96% na 1ª quinzena de janeiro

Recuo refere-se ao mesmo período de dezembro de 2009; emplacamentos somaram 105 mil unidades

André Magnabosco e Michelly Teixeira, da Agência Estado,

20 Janeiro 2010 | 11h56

Os emplacamentos de veículos novos no mercado brasileiro somaram 104.638 unidades na primeira quinzena de janeiro, um recuo de 20,96% sobre dezembro e alta de 6,43% ante igual período de 2009, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Os dados incluem automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus e representam um novo recorde histórico para meses de janeiro.

 

Levando-se em conta o desempenho de todos os segmentos analisados pela Fenabrave, que inclui motos e implementos rodoviários, o setor automotivo vendeu 175.069 unidades na primeira quinzena de janeiro, com baixa de 17,64% sobre os quinze dias iniciais de dezembro, mas alta de 3,92% frente aos primeiros 15 dias de janeiro de 2009. Considerando apenas automóveis e comerciais leves, as vendas caíram 21,25% relativamente a dezembro, para 98.395 unidades. No confronto com a primeira quinzena de janeiro de 2009, houve acréscimo de 4,03% no número de emplacamentos.

 

Já a venda de caminhões e ônibus, com 6.243 unidades na primeira quinzena deste mês, declinou 16,01% na comparação mensal. Na base anual, o indicador apresentou alta de 67,28%.

 

Ainda de acordo com a Fenabrave, foram vendidas 66.404 motocicletas nos primeiros 15 dias de janeiro, baixa de 11,86% sobre a primeira quinzena de dezembro passado e de 1,24% frente aos quinze dias que abriram janeiro de 2009. As vendas de implementos rodoviários somaram 1.849 unidades na primeira quinzena de 2010, queda de 11,66% sobre os 15 primeiros dias de dezembro. Na comparação com os quinze dias de janeiro de 2009, foi registrada alta de 65,38%.

Mais conteúdo sobre:
Vendas janeiro Fenabrave

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.