Divulgação/Ford
Divulgação/Ford

Venda de veículos tem queda de 30% em janeiro; entre montadoras, Ford registra o pior resultado

A queda da Ford ocorre após anúncio de fechamento de todas as suas fábricas no País; seu modelo mais vendido, o compacto Ka, despencou da quinta posição em vendas para a 16º

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2021 | 18h48

As vendas de automóveis e comerciais leves novos em janeiro registraram queda de 30% em relação a dezembro e de 11,7% na comparação com igual de 2020. Dados preliminares do mercado indicam que foram licenciados 162,5 mil unidades. Já as vendas totais, incluindo caminhões e ônibus, somaram 171,1 mil veículos, com porcentuais de queda muito parecidos – 29,8% em relação ao mês anterior e de 11,5% ante janeiro do ano passado.

A Ford, que no mês passado anunciou o fim da produção de automóveis no Brasil, teve as vendas reduzidas à metade em comparação com dezembro, somando apenas 8,1 mil unidades. Foi a maior queda entre as fabricantes, o que a colocou em oitavo lugar na lista das vendas por marcas. Tradicionalmente a empresa ficava em quinto lugar.

O modelo mais vendido da marca, o compacto Ka, que nos últimos anos também figurava como o quinto preferido pelos consumidores, despencou para a 16ª posição, com apenas 3,4 mil unidades vendidas.

Janeiro normalmente tem resultados de vendas inferiores a dezembro, quando muitos consumidores aproveitam para usar o 13º salário para adquirir ou trocar o carro antigo por um novo. Em média de vendas diárias, a queda de um mês para outro foi de 26,3%. Já em relação a janeiro do ano passado, a média diária ficou apenas 1,3% menor, o que pode ser sinal de uma recuperação mais consistente do mercado.

Entre as marcas, depois da Ford, a maior queda na comparação com dezembro foi da General Motors (GM), de 37% (com 26,6 mil unidades), colocando a marca em terceiro lugar no ranking de vendas, liderado pela Fiat (30,9 mil unidades). A Volkswagen ficou em segundo lugar com pouca vantagem (26,8 mil unidades), a Hyundai em quinto (14,8 mil) e a Jeep em quinto (12,1 mil).

A liderança de vendas continuou com o Onix, da GM (10,6 mil unidades), seguido por Fiat Strada (9,2 mil), Hyundai HB20 (7,9 mil), Onix Plus (7,1 mil) e Jeep Renegade (7 mil).

Os dados oficiais de vendas devem ser divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave) amanhã, dia 2. Na quinta feira, 4, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgará dados de produção, exportações e empregos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.