Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Venda de veículos tem queda de 5% em agosto ante julho

Em 18 dias úteis do mês, foram comercializados 208.165 veículos, com média diária de 11.564 unidades

Michelly Chaves Teixeira, da Agência Estado,

27 de agosto de 2009 | 13h25

A indústria automobilística vendeu 5,07% menos veículos entre julho e agosto, considerando os emplacamentos feitos até nesta última quarta-feira, 26, o correspondente a 18 dias úteis. Segundo fontes do setor, até esse período foram comercializados 208.165 veículos, com uma média diária de 11.564 unidades.

 

A título de comparação, nos primeiros 18 dias úteis de julho passado a indústria vendeu 219.290 veículos, com uma média de 12.182 unidades por dia. Comparativamente a período idêntico de agosto de 2008, quando 201.522 veículos foram emplacados, houve um acréscimo de 3,30% nas vendas, conforme números preliminares da indústria automotiva.

 

No acumulado do ano até o dia 26 de agosto, o setor negociou 1.943.368 veículos, um incremento de 2,45% sobre período equivalente de 2008. Isso corresponde a uma diferença de 46.532 veículos.

 

O que fortaleceu a indústria automobilística foi a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), benefício previsto para terminar em setembro. Até o fim do ano, o IPI volta a subir gradativamente, até chegar à alíquota cheia. O mercado espera que o fim da isenção reduza as vendas, mas acredita que a queda deverá ser pequena, já que o mercado de crédito está se normalizando e os juros, caindo.

 

Diante desses fatores, em junho a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) revisou para cima suas projeções para 2009. A entidade, que antes esperava queda de 3,9% nas vendas internas de veículos ante 2008, agora calcula um avanço de 6,4%, para 3 milhões de veículos. Com relação ao comércio de máquinas agrícolas, a Anfavea manteve suas estimativas em 47 mil unidades, com declínio de 13,8% sobre o ano passado.

 

Houve melhora nos prognósticos para a produção de veículos, que devem cair 5,2%, para 3,050 milhões de unidades. Antes, a Anfavea esperava baixa de 11,1%. Considerando apenas máquinas agrícolas, a projeção de recuo da ordem de 23,5% na produção, para 65 mil unidades, foi preservada.

Tudo o que sabemos sobre:
vendaveículosagosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.