Venda externa derruba confiança dos industriais, diz FGV

A percepção de que as vendas externas irão piorar está comprometendo a confiança da indústria. É o que revela o Índice de Confiança da Indústria (ICI), que recuou 0,3% na passagem de março para abril, segundo pesquisa prévia para o mês, divulgada nesta quinta-feira, 25, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

FERNANDA NUNES, Agencia Estado

25 de abril de 2013 | 12h53

A avaliação do setor é que o mercado externo piorou, o que deverá comprometer, principalmente, as vendas do setor intermediário e de bens de capital. "Na média, a indústria está entre o otimismo e o pessimismo. Não há nenhuma aceleração em curso que permita dizer que vai melhorar ou piorar", afirmou o economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV Aloísio Campelo.

A confiança da indústria se aproxima neste momento da média histórica dos últimos cinco anos, o que, segundo Campelo, não é um bom diagnóstico. "Essa média é de um período conturbado, iniciado em 2008, com a crise econômica mundial. O que predomina são períodos fracos", ressaltou. O cenário é de produção ainda em ritmo lento, com os empresários reclamando da satisfação dos negócios, margens de lucro e competitividade, salientou o economista.

Tudo o que sabemos sobre:
ndústriaconfiançaprévia abrilFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.