Venda global de computadores deve subir 11% em 2008

O mercado mundial deve comercializar cerca de 293 milhões de computadores pessoais (PCs) em 2008, conforme estimativa da consultoria Gartner. Se esse número se confirmar, representará um acréscimo de 10,9% ante as vendas de 2007. Contudo, os analistas da consultoria alertam para o perigo de a crise financeira internacional afetar este crescimento."Em muitos aspectos, o mercado de PCs está em boa forma. Os computadores portáteis continuam exibindo um forte momento, a expansão no mercado de países emergentes segue robusta e a substituição dos computadores de mesa está agitada", afirmou George Shiffler, diretor de pesquisa do grupo. Ele ponderou, entretanto, que um aprofundamento da crise dos Estados Unidos, a possibilidade de uma desaceleração econômica na China após o agito da Olimpíada e a ascensão dos preços do petróleo podem constituir um "vento contrário" para o comércio global de computadores pessoais.O Gartner acredita que os países emergentes serão os elementos-chave do avanço esperado para o mercado de PCs este ano. Nestas regiões, o crescimento das vendas de computadores foi de 22% no quarto trimestre de 2007, representando 60% do avanço do mercado mundial. A "forte expansão econômica experimentada pelos emergentes foi o combustível", enunciou o Gartner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.