Venda no pequeno varejo de SP cresce 3,2% em janeiro

O faturamento do pequeno varejo paulista cresceu 3,2% em janeiro na comparação com janeiro de 2007, segundo dados da Pesquisa Conjuntural do Pequeno Varejo (PCPV) da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio). De acordo com o estudo mensal, apurado junto a 600 estabelecimentos comerciais, o desempenho foi sustentado pela flexibilidade no financiamento, aumento da renda e elevação da confiança do consumidor com a recuperação do emprego.O setor de materiais de construção registrou o melhor desempenho em janeiro, com alta de 29,9% ante o mesmo mês de 2007. Na mesma base de comparação, os estabelecimentos de móveis e decorações apuraram crescimento de 4,6%. Já as lojas de vestuário, tecidos e calçados mostraram alta de 3,5% no faturamento.Alimentos e bebidas, setor mais importante na composição da pesquisa pela participação no orçamento familiar, iniciou o ano com retração de 6,2% na mesma base de comparação. Já a queda mais expressiva no pequeno varejo paulista (21,4%) foi registrada pelas lojas de autopeças e acessórios, que, assim como ao longo de 2007, teve o faturamento afetado pela entrada de peças mais baratas importadas da China e aumento nas vendas de veículos novos, reduzindo a demanda por manutenção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.