finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Vendas a prazo em SP caíram 6,8% na 1ª quinzena de outubro

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou queda nas vendas a prazo na primeira quinzena de outubro. De acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira, as consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que indicam o volume de negociações a prazo, caíram 6,8% na primeira metade do mês, ante o mesmo período do ano passado. Na comparação com a primeira quinzena de setembro, a diminuição foi de 2,7%.Já o volume de consultas ao Usecheque, que revelam as vendas à vista, cresceram 1,2% na primeira quinzena de outubro em relação a igual período de 2005. Na comparação com a primeira metade de setembro, a alta foi de 17%.A associação considerou o movimento como "fraco", e afirmou que esse desempenho se deve, em grande parte, ao fato de que houve um dia útil a menos na quinzena, além do feriado prolongado. "Considerando o movimento até o dia das crianças, quando o número de dias úteis é igual, no entanto, verifica-se que as consultas ao SCPC aumentaram em 1,7%, e as do cheque 7,1%, percentuais que refletem melhor o desempenho do varejo no período", afirmou a ACSP.InadimplênciaDe acordo com a pesquisa, diminuiu o número de registros no cadastro de inadimplentes do SCPC na primeira quinzena do mês. Os registros recebidos caíram 6,5% no período, ante igual período do ano passado, e 12,2% na comparação com a primeira metade de setembro. Os cadastros cancelados no registro de inadimplentes também caíram, com uma redução de 7,5% em relação à primeira quinzena de outubro de 2005, e 7,2% na comparação com os primeiros quinze dias do mês anterior.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2006 | 16h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.