coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Vendas a prazo no Dia dos Namorados crescem 29,5%

As vendas a prazo, em decorrência do Dia dos Namorados, cresceram 29,5% em relação a 2001, de acordo com dados da Serasa, empresa de informações de cheques e de crédito. Os dados levam em conta as transações na semana de 06 a 12 de junho realizadas em todo o País. Já as vendas à vista e com cheques pré-datados cresceram 1,6%. No geral, as vendas totais apresentaram variação positiva de 2,5%.Na avaliação do Serasa, as compras financiadas foram estimuladas pelas campanhas e promoções de liquidação antecipada das confecções de inverno, dos artigos relacionados à Copa do Mundo e dos eletroeletrônicos, sobretudo da linha marrom. O fraco desempenho das vendas à vista foram atribuídas à tentativa do consumidor de ampliar seu poder de compra por meio do crediário.O resultado apurado pelo Serasa, que considera o País todo, distoa dos dados obtidos na cidade de São Paulo. Segundo informações da Associacão Comercial de São Paulo divulgadas na semana passada, as vendas à vista em razão do Dia dos Namorados cresceram 5,1% e o crediário caiu 3,6%. Além da diferença no universo de clientes que utilizam os serviços das duas entidades, a divergência de dados é atribuída à metodologia das pesquisas.

Agencia Estado,

17 de junho de 2002 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.