coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Vendas à vista crescem mais em julho

Passado o pessimismo com a derrota do Brasil na Copa do Mundo, o comércio dá sinais de que começa a vender mais de novo. Dados da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) mostram que o volume de consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que indica as compras a prazo, cresceu 2,8% em julho ante o mesmo mês do ano passado. Na comparação com o junho, a alta foi ainda maior, de 6,3%. Já o número de consultas ao Usecheque, que mostram as negociações à vista, tiveram um aumento de 6,6% em julho, em relação ao mesmo período de 2005, e 6,7% em julho ante junho.Na avaliação da Associação, o maior movimento do varejo se deve também às promoções e liquidações, à ampliação de prazos do crediário, e ao frio do último final de semana. A ACSP espera, baseada no ritmo de consultas ao SCPC e ao Usecheque, um desempenho mais favorável no comércio em agosto.InadimplênciaO levantamento da ACSP também revelou uma alta de 4,7% no volume de registros cancelados pelo SCPC no mês passado ante julho de 2005, o que indica um aumento na quitação de dívidas dos consumidores. Na comparação com junho, a queda foi de 6,0%. Já os registros recebidos, que são os nomes que entraram para o cadastro do SCPC, cresceram 3,1% em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas caiu 2,6% em relação a junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.