Vendas à vista crescem mais que a prazo no Dia das Mães

Levantamento sobre o Dia das Mães, divulgado nesta segunda-feira pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), mostrou que as vendas à vista tiveram crescimento mais expressivo que as vendas a prazo na semana que antecedeu a data comemorativa, em relação ao mesmo período do ano passado.Segundo a associação, as consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que indica as negociações a prazo, aumentaram apenas 0,1%, enquanto as consultas ao Usecheque, que indica as vendas à vista, cresceram 14,3%.Na avaliação da ACSP, os índices confirmaram as expectativas e demonstraram que os produtos de baixo valor, principalmente roupas e calçados, foram os itens mais vendidos. O frio do início do mês e o pagamento do novo salário mínimo também incentivaram as vendas destes itens.Já os bens de maior valor, que geralmente dependem em maior grau do crediário, praticamente mantiveram os mesmos números de 2005.

Agencia Estado,

15 de maio de 2006 | 18h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.