Vendas aceleraram em abril, segundo indicador antecedente ICVA

Um indicador antecedente apontou aceleração das vendas do varejo brasileiro em abril, com destaque para os supermercados, mas a fraca confiança do consumidor e o menor crescimento da renda das famílias deve limitar o desempenho do setor nos próximos meses.

Reuters

15 de maio de 2014 | 14h52

O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apontou alta de 4,8 por cento em abril ante igual mês de 2013, informou nesta quinta-feira a empresa de meios de pagamento Cielo. O indicador desconta a inflação registrada no período.

Além dos supermercados, foram destaques positivos em vendas em abril os postos de gasolina e as lojas de departamento, disse o gerente da área inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto, em teleconferência com jornalistas.

A informação veio horas após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ter divulgado que as vendas no comércio varejista brasileiro tiveram queda anual de 1,1 por cento em março, retração mais aguda para o mês desde o início da série em 2002. Segundo o IBGE, os supermercados foram a principal influência negativa para o índice.

Segundo disse na teleconferência a economista Maria Oliveira, da Tendências Consultoria, o crescimento menor da renda e queda na confiança do consumidor deve limitar expansão das vendas no varejo no Brasil nos próximos meses.

(Por Aluísio Alves; Edição de Luciana Bruno)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASVAREJOICVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.