Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Vendas caem, mas inflação ajuda Ceagesp a aumentar receita em 9% em 2015

Inflação elevada de 2015 fez o fluxo financeiro da Companhia aumentar, apesar de o volume negociado ter se retraído 1,3%

Victor Martins, O Estado de S.Paulo

31 Março 2016 | 14h00

BRASÍLIA - A inflação pesada do ano passado, que corroeu a renda do brasileiro em 10,67% segundo o IPCA, garantiu resultados positivos para a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Enquanto a rede de entrepostos registrou retração de 1,3% no volume comercializado em 2015, o fluxo financeiro (volume de entradas x preços do dia) registrou crescimento de 8,1%. Com esse desempenho, o volume negociado no ano passado ficou em R$ 9,41 bilhões.

Os dados foram divulgados no Diário Oficial pela Companhia e mostram que nas atividades de entrepostagem e armazenagem, as receitas operacionais brutas atingiram R$ 99,17 milhões, alta de 9,07% frente ao resultado de 2014. Apenas em armazenagem, a receita foi de R$ 35 milhões (avanço de 0,27% frente ao ano anterior); em entrepostagem, a receita atingiu o R$ 64,14 milhões (+14,56%).

O balanço da Ceagesp ainda informa que a rede armazenadora encerrou o ano com movimentação de 569,8 mil toneladas, decréscimo de 32,37% na entrada de produtos agrícolas e industriais, em relação ao mesmo período de 2014. A companhia explicou que a variação do dólar frente o real influenciou o volume ofertado e os preços praticados, principalmente no setor de frutas, onde os importados representam cerca de 20% do total comercializado.

A companhia informou ainda que para 2016, a nova gestão está desenvolvendo um plano para otimizar os processos e elevar os níveis de eficiência da Companhia. Dentre as diferentes ações estão o desenvolvimento de novas estratégias de negócios, a alavancagem das atividades de armazenagem e entrepostagem e a elevação dos níveis de sustentabilidade. "Trata-se de um plano integrado com o objetivo de garantir o equilíbrio financeiro da Companhia", informou o órgão no balanço. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.