Vendas da indústria nacional de brinquedos crescem 8% neste Natal

Só neste fim de ano, o setor faturou R$ 1,6 bilhão, segundo balanço da Abrinq

Agência Estado,

22 de dezembro de 2011 | 11h50

SÃO PAULO - Balanço divulgado nesta quinta-feira, 22, pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) indica crescimento de 8% nas vendas da indústria ao varejo neste ano em relação ao Natal de 2010. O Natal, de acordo com a associação, representa 30% das vendas do ano e só perde para o Dia da Criança, data responsável por 40% do faturamento do setor. Só neste fim de ano a indústria nacional de brinquedos faturou R$ 1,6 bilhão.

"Pelas projeções, o setor deve faturar em 2011 R$ 5,7 bilhões, uma alta em torno de 8% em relação a 2010", informou o presidente da Abrinq, Synésio Batista da Costa, em nota divulgada pela entidade.

Segundo a Abrinq, a ampliação das vendas é resultado do aumento de 6% da produção sobre 2010, da manutenção de preços e da retomada de parte do mercado conquistado por produtos importados, especialmente chineses. O setor tem hoje no País 442 indústrias e 28 mil trabalhadores.

Tudo o que sabemos sobre:
brinquedosindústriavendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.