Natura
Natura

carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Vendas da Natura sobem no 3º trimestre, mas custos impedem alta do lucro

Companhia teve ganhos de R$ 377,7 milhões no período, mas viu forte alta em gastos com marketing e pessoal na comparação com o mesmo período de 2019

Talita Nascimento, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2020 | 21h44

O grupo Natura & Co. registrou lucro líquido de R$ 377,7 milhões no terceiro trimestre, resultado praticamente estável na comparação com mesmo período do ano passado, informou nesta quinta-feira, 12, a companhia brasileira, uma das maiores fabricantes de cosméticos do mundo.

A companhia teve geração de caixa, medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), de R$ 1,46 bilhão entre julho e o fim de setembro, crescimento de 32,8% ante o desempenho de julho a setembro de 2019.

A empresa, que além da marca Natura opera também a Avon, a The Body Shop e a Aesop – todas frutos de aquisições internacionais realizadas a partir de 2013 –, afirmou que o crescimento da geração de caixa veio com “melhora da margem bruta e disciplina de custos em todos os negócios”.

A Natura & Co. conseguiu ganhos de dois dígitos na receita líquida tanto nas operações na América Latina (29,5%), como também na Avon (22,5%), The Body Shop (51,9%) e Aesop (67,2%), na medida em reais. 

Em moeda estrangeira, no entanto, o resultado não foi tão bom, diante da desvalorização do real. Mesmo assim, apenas a Avon apurou queda, de 7,3%, no terceiro trimestre.O faturamento líquido da empresa cresceu 31,7%, para R$ 10,4 bilhões.

Enquanto isso, as despesas com vendas, marketing e logística subiram 27,5% e as administrativas e com pesquisa e desenvolvimento avançaram quase 45%, na comparação com igual período de 2019.

Sinergias

A companhia também afirmou ontem que espera capturar, entre os anos de 2020 e 2024, ganhos operacionais com a combinação de negócios com a Avon entre US$ 300 milhões e US$ 400 milhões.  

A aquisição das operações da marca americana – excluindo os mercados dos Estados Unidos e do Japão – foi concluída em 3 de janeiro de 2020. Só no terceiro trimestre, essas sinergias de custo foram de US$ 17,6 milhões, acima das expectativas iniciais da empresa. / COM INFORMAÇÕES DA REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
NaturaThe Body ShopAvon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.