Vendas da Sony sobem 11% no semestre

A Sony anunciou nesta quinta-feira o aumento de 11% em suas vendas entre abril e junho, apoiada na demanda de televisões de tela plana, o lucro na oscilação de divisas e o sucesso do filme O Código Da Vinci. Suas vendas mundiais no trimestre, que dá início ao ano fiscal de 2006 no Japão, foram de 1,74 trilhão de ienes (US$ 15,034 bilhões). O lucro líquido consolidado chegou a 32,290 bilhões de ienes (US$ 278 milhões).No mesmo período do ano anterior, a empresa - dirigida atualmente pelo primeiro presidente estrangeiro em sua história, o americano Howard Stringer - tinha perdido cerca de US$ 62 milhões.Em comunicado, a empresa destacou o bom desempenho de sua divisão de eletrônica, com aumento nas vendas de sua série de televisões de tela de cristal líquido "Bravia", seus computadores "Vaio" e as câmaras digitais "Cybershot".O filme O Código Da Vinci, baseada no livro homônimo de Dan Brown, arrecadou US$ 741 milhões frente aos US$ 125 milhões que custou produzi-lo.Revisão Devido aos bons resultados, a Sony revisou em alta suas previsões de vendas e lucro para todo o exercício de 2006, que termina em março de 2007, e projeta 8,2 trilhões de ienes (US$ 70,68 bilhões) em faturamento e lucro por operações no valor de 130 bilhões de ienes (US$ 1,12 bilhão).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.