Vendas de combustíveis cresceram 6,1% no 1º semestre

As vendas de combustíveis no Brasil no primeiro semestre de 2004 aumentaram em 6,1% em relação ao mesmo período no ano passado, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), divulgados pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis (Sindicom). Somente a gasolina teve um salto de 8,3% e o consumo de diesel cresceu 6,4%. A ANP não divulga o volume de crescimento do consumo de GNV (Gás Natural Veicular).Segundo o vice-presidente do Sindicom, Alísio Vaz, o aumento nas vendas de combustíveis no primeiro semestre decorre tanto da recuperação da renda do brasileiro quanto do combate à clandestinidade e à adulteração mais acirrada este ano. Vaz lembra que o aumento das vendas supera a queda do consumo registrada no ano passado, na faixa de 4,5% em relação ao ano anterior.Consumo não cairá com possível reajusteO vice-presidente do Sindicom acredita que um eventual aumento de preços dos combustíveis, a ser autorizado pela Petrobras no segundo semestre, não deva alterar a recuperação do consumo que vem sendo verificada este ano. Segundo ele, o reajuste autorizado pela estatal em 15 de junho já pôde dar um parâmetro do impacto no consumo.Ele acredita que, na verdade, as campanhas de combate à sonegação de impostos e à adulteração, além do aumento da fiscalização feita pela Polícia Federal, contribuíram de maneira definitiva para reduzir a ilegalidade do comércio de combustíveis. "Hoje o índice de clandestinidade ainda é preocupante e beira os 5%, mas isso já caiu consideravelmente e deve ser reduzido ainda mais", acredita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.