Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Vendas de computadores pessoais cresceram 38% em 2007

O Brasil será o terceiro maior mercado em vendas de computadores pessoais (PC''s) até o final de 2010, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. A previsão é da consultoria IDC. O motivo para tal otimismo é o crescimento de 38% das vendas de desktops e notebooks no País em 2007, para 10,7 milhões de unidades, o que coloca o Brasil na quinta posição mundial em volume de vendas de computadores pessoais.Segundo o estudo Brazil Quarterly PC Tracker, da IDC, o maior salto foi dos notebooks, com alta de 153% nas vendas em comparação com 2006, totalizando 1,5 milhão de unidades no ano passado. Na avaliação da IDC, o motivo é o maior número de competidores no mercado, preços mais baixos e planos de financiamento extensos.As vendas de desktops cresceram 28% sobre 2006, para 9,1 milhões de equipamentos. Para o resultado contribuiu a estratégia da indústria de lançar modelos com monitores de cristal líquido (LCD) e pacotes promocionais com operadoras de telefonia para banda larga.Hoje, o maior mercado para computadores do mundo pertence aos EUA, com 64 milhões de unidades vendidas, seguido pela China, com 36 milhões; Japão (13 milhões) e Reino Unido (11,2 milhões). A Índia ocupa o nono lugar, com 6,4 milhões de computadores.Por região, na América Latina, o Brasil é líder, com 47,3% de participação, seguido pelo México, com uma fatia de 19,5% dos PCs comercializados.PiratariaO índice de pirataria vem caindo a cada ano no País. Atualmente, o "mercado cinza" representa 46,4% das vendas, contra o índice de 50,8% apresentado em 2006.

AE, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2008 | 12h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.