Vendas de imóveis nos EUA caem 2,7% em agosto

As vendas de imóveis residenciais usados caíram inesperadamente nos Estados Unidos em agosto, rompendo quatro meses seguidos de aumento e contrariando a expectativa dos economistas. Segundo a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis, as vendas de imóveis usados caíram 2,7% em agosto, para a taxa anual de 5,10 milhões unidades vendidas. Economistas esperavam alta de 2,9%.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 11h42

"Foi uma retração modesta de um ganho muito forte", disse o economista da associação, Lawrence Yun. Segundo ele, o ritmo das vendas em agosto foi o segundo mais elevado em quase dois anos. O mais elevado foi em julho, quando as vendas subiram para 5,24 milhões. O preço médio dos imóveis usados caiu 12,5% em agosto em relação a agosto do ano passado, para US$ 177,7 mil. Em comparação a agosto do ano passado, as vendas de imóveis residenciais usados subiram 3,4%.

Já o estoque de imóveis usados disponíveis para a venda caiu 10,8% em agosto, para 3,62 milhões de unidades, com capacidade para abastecer o mercado no atual ritmo de vendas durante 8,5 meses. Este é o período mais curto desde abril de 2007. Em agosto do ano passado, o estoque de imóveis chegou a ter capacidade para abastecer o mercado durante 10,6 meses. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisvendasEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.