Vendas de imóveis novos caem 12,4% em julho nos EUA

As vendas de imóveis residenciais novos nos Estados Unidos caíram 12,4% em julho, em dados sazonalmente ajustados, na comparação com o mês anterior, para 276 mil unidades, informou hoje o Departamento de Comércio norte-americano. O resultado representa o menor nível de vendas de residências novas registrado no país desde 1963. Economistas esperavam alta de 0,9%, para 333 mil unidades. Na comparação com julho de 2009, as vendas de imóveis novos caíram 32,4%.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

25 de agosto de 2010 | 11h37

O dado de junho foi revisado para uma alta de 12,1%, para 315 mil unidades, ante estimativa anterior de elevação de 23,6%, para 330 mil unidades. Já os estoques continuaram altos em julho, com a oferta atingindo 9,1. A oferta em junho foi revisada de 7,6 para 8,0. Os estoques de casas novas ficaram estáveis na comparação com junho, quando 210 mil casas foram colocadas à venda. O preço médio de uma nova casa caiu 4,8% em julho, para US$ 204 mil, em comparação com julho de 2009. Esse foi o menor valor desde dezembro de 2003. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisnovosvendasresidênciasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.