Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vendas de materiais de construção crescem 6% em agosto

As vendas domésticas de materiais de construção saltaram 6,07 por cento em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta quarta-feira a associação que representa o setor no país, Abramat. Em relação a julho, o varejo de materiais apurou alta de 6,79 por cento nas vendas.

REUTERS

21 de setembro de 2011 | 11h22

No acumulado de 2011, entretanto, as vendas do setor registraram expansão de 1,57 por cento, permanecendo bem abaixo da meta de entidade de encerrar o ano com aumento de 5 por cento.

Em agosto, a comercialização de materiais de acabamento foi superior às dos itens de base, com crescimento de, respectivamente, 10,35 e 3,76 por cento ante o mesmo período em 2010. Já em relação a julho, as vendas de insumos de acabamento foram 7,31 por cento maiores, enquanto as de itens básicos subiram 6,49 por cento.

De acordo com a Abramat, o crescimento abaixo do esperado no acumulado de janeiro a agosto é resultado da combinação de fatores como medidas de contenção da inflação adotadas pelo governo e aumento das importações de materiais de construção.

"Esses resultados estão relacionados principalmente com o crescente aumento das importações de materiais de construção e com o menor ritmo de crescimento da economia como um todo", afirma o presidente da entidade, Melvyn Fox, em nota.

A Abramat pondera, contudo, que agosto foi o terceiro mês com variação anual positiva nas vendas, após três meses consecutivos de queda.

"As expectativas otimistas estão apoiadas na continuidade da desoneração do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para materiais até 2012 e na continuidade da elevada disponibilidade de crédito e do elevado nível de emprego no mercado", acrescenta a entidade, assinalando que uma possível revisão da estimativa para o ano pode ocorrer em outubro.

No mês passado, o número de empregos na indústria de materiais de construção aumentou 5,58 por cento ante o mesmo mês do ano passado.

(Por Vivian Pereira)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSTRUCAOABRAMATAGOSTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.