Vendas de Páscoa já mobilizam varejo

A disputa entre as maiores redes de varejo pelo concorrido mercado de ovos de Páscoa já começou. O Pão de Açúcar saiu na frente e no último dia 14 iniciou o abastecimento das unidades de todo o grupo, incluindo o Extra e o Barateiro.A Lojas Americanas, líder no segmento de Páscoa, começou oferecer ovos de chocolate para o consumidor a partir de sexta-feira. O Carrefour e o Wal Mart devem comercializar o produto a partir do meio desta semana.Os ovos representam no varejo quase um quarto do segmento de chocolate vendido no ano inteiro. No ano passado, a indústria vendeu 18 mil toneladas do produto.O Pão de Açúcar, que espera vender este ano 2,2 mil toneladas, 20% a mais do que na Páscoa de 2001, investiu em marca própria e numa política mais agressiva de preços. "O chocolate teve um aumento de preço médio de 12% este ano. Mas a rede vai comercializar marcas próprias com preços de 15% a 20% mais baratos que os líderes de venda," diz o diretor de comercialização do grupo, Hugo Bethlem.A empresa também negociou com a Nestlé vendas exclusivas de dois produtos e quer vender 2 milhões de unidades de ovos de 80 gramas de R$ 0,99, que costumam ter grande saída neste período, ainda distante da Páscoa. Segundo Bethlem é uma venda estratégica, porque atende a ansiedade das crianças.A Lojas Americanas, começou também no fim de semana a vender miniovos de R$ 0,99 para o público infantil. Os ovos maiores estarão expostos a partir do início de março. A expectativa da rede é comercializar 3,5 mil toneladas, cerca de 5% a mais do que o mesmo período do ano passado. "Apostamos muito em seis lançamentos exclusivos, de 170 gramas, com brinquedos ou cupons de desconto para filmes infantis", diz o gerente de compras da empresa, Ronney Pastro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.