Vendas de produtos eletrônicos crescem 31,3% até setembro

As vendas de produtos eletrônicos tiveram crescimento de 31,3% nos primeiros nove meses deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo estimativas da Eletros, a Associação National de Fabricantes de Produtos Eletrônicos. A expectativa, no entanto, é que o crescimento no acumulado de todo o ano de 2004 seja um pouco menor, afirmou o presidente da entidade, Paulo Saab. "Já se verifica um ritmo mais moderado de encomendas do varejo, o que nos leva a prever que o ano vai fechar com um crescimento entre 15% e 20%", disse. A base de comparação também favorece este número expressivo. No ano passado, comenta Saab, as vendas tiveram expansão mais acentuada a partir de outubro. A linha de produtos com melhor performance é a de som e imagem, que registra expansão de 68% em comparação ao ano passado. Os aparelhos de DVD são o maior destaque e a expectativa é de que comercialização destes produtos neste ano seja o dobro das efetuadas no ano passado, quando foram vendidas 3,2 milhões de unidades. O número de televisores também deve crescer de 5,2 milhões em 2003 para 6,5 milhões em 2004. A linha branca teve crescimento de 18,61% até setembro, e a linha de aparelhos portáteis registrou vendas 12,14% maiores que em 2003. "As vendas de eletroeletrônicos de consumo estão em ritmo ascendente há mais de 12 meses, indicando que o setor iniciou um movimento de recuperação, após praticamente cinco anos de queda", finaliza o presidente da Eletros. Outro ponto que beneficiou as vendas registradas pela Eletros é o crescimento do número de empresas associadas, o que contribuiu para a expansão da base de cálculo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.