Vendas de residências novas ficam estáveis nos EUA

As vendas de imóveis residenciais novos nos Estados Unidos ficaram estáveis em agosto em relação a julho, à taxa anual sazonalmente ajustada de 288 mil, segundo informou hoje o Departamento do Comércio. O dado de julho foi revisado para queda de 7,7%, ante o recuo de 12,4% informado anteriormente. O número de agosto ficou abaixo das expectativas dos economistas, que previam crescimento de 6,9%, para 295 mil. Em comparação com agosto do ano passado, as vendas caíram 28,9%.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

24 de setembro de 2010 | 11h41

O estoque de novas residências permaneceu alto em agosto, com oferta para 8,6 meses à taxa de vendas atual. Já o número de julho foi revisado para 8,7 meses, ante os 9,1 meses informados antes. Os estoques mais altos pressionam os já deprimidos preços dos imóveis. O preço médio de uma casa nova caiu 1,2% em agosto ante o mesmo mês do ano passado, para US$ 204.700. Por regiões dos EUA, as vendas de residências novas caíram 26,1% no Meio Oeste e subiram 10,8% no Sul. No Oeste, houve aumento de 54,3% e, no Nordeste, de 16,7%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
residênciasimóveisvendasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.