Vendas de supermercados do País crescem 8,98% em 2008

Renda do brasileiro cresce e Associação Brasileira dos Supermercados destaca desempenho positivo no ano

Reuters,

27 de janeiro de 2009 | 10h49

O faturamento dos supermercados do País cresceu 27,12% em dezembro ante novembro e 6,07% contra igual mês de 2007, segundo dados em termos reais divulgados pela Associação Brasileira dos Supermercados (Abras), nesta terça-feira, 27. Em 2008 como um todo, o faturamento subiu 8,98%. O dado segue a expansão de 5,92% apurada em 2007 e ficou próximo da estimativa da entidade de alta de 9% a 10%.  Veja também:De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  "O desempenho do setor supermercadista foi muito positivo em 2008. Isso foi reflexo do aumento de renda da população brasileira durante a maior parte do ano", disse o presidente da Abras, Sussumu Honda, em comunicado.  Os principais produtos dos supermercados - como alimentos - são mais dependentes da renda do consumidor e não tanto do crédito, o setor mais afetado pela crise financeira global. "No entanto, dezembro já apresentou uma redução no ritmo de crescimento das vendas. Em 2008, o impacto da crise não foi tão forte no nosso setor, entretanto, esse cenário tende a ser diferente em 2009 principalmente se houver aumento do desemprego", disse Honda.  Os dados são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraConsumidorComércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.