Vendas de veículos caem 34,73% na 1ª quinzena do mês

Na comparação com o mesmo período do ano passado, no entanto, houve crescimento de 16,13%

Silvana Mautone, da Agência Estado,

20 de janeiro de 2011 | 18h47

As vendas de veículos na primeira quinzena de janeiro caíram 34,73% na comparação com a primeira quinzena de dezembro, mas em relação ao mesmo período do ano passado houve crescimento de 16,13%, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 20, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que reúne as concessionárias. Os dados são referentes aos emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

A queda em relação ao mês de dezembro já havia sido prevista pelo presidente da entidade, Sérgio Reze. Isso porque, segundo ele, as vendas de dezembro (recorde histórico) foram impulsionadas pela disputa entre as montadoras por participação de mercado. "As montadoras forçaram as concessionárias a emplacarem veículos antes de eles serem de vendidos. Não há uma explicação econômica para o recorde de vendas em dezembro", disse Reze, durante encontro com jornalistas no início deste mês.

Nos primeiros 15 dias de janeiro, foram vendidas 121.564 unidades, contra 186.261 no mesmo período de dezembro. Na primeira quinzena de janeiro de 2010, as vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus somaram 104.676 unidades.

Tudo o que sabemos sobre:
veículosautomóveisvendasFenabrave

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.