Reuters
Reuters

Vendas de veículos novos têm primeira alta mensal em três meses

Emplacamentos aumentaram em novembro, mas saldo acumulado no ano apresenta queda de mais de 25%

André Ítalo Rocha, O Estado de S. Paulo

01 de dezembro de 2015 | 16h55

As vendas de veículos novos do Brasil tiveram alta de 1,59% em novembro ante outubro, informou nesta terça-feira, 1º, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O resultado na comparação mensal é o primeiro positivo em três meses, sendo que a última alta nessa mesma base de comparação ocorreu em julho deste ano (7,1%). Já na comparação com igual mês do ano passado, houve queda de 33,74%. No penúltimo mês do ano, foram emplacados 195.212 veículos.

Com o resultado, as vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no País acumulam queda de 25,15% neste ano até novembro, em relação a igual período de 2014, segundo a federação. Esse recuo é mais intenso do que a retração de 24,25% registrada até outubro. De janeiro a novembro, foram emplacados 2.341.256 veículos, 786,5 mil unidades a menos do que em igual período do ano passado.

Os automóveis e comerciais leves, juntos, registram crescimento de 2,2% ante outubro, mas baixa de 32,33% ante novembro do ano passado. No mês, foram emplacados 189.358 unidades, sendo 165.986 automóveis (alta de 1,72% na variação mensal e queda de 29,3% na comparação anual) e 23.372 comerciais leves (retrações de 1,32% e 48,1%, respectivamente).

O segmento de ônibus licenciou, em novembro, 1.119 unidades, expansão de 2,57% ante outubro, mas recuo de 57,85% na comparação com igual mês do ano passado. O segmento de caminhões emplacou 4.735 unidades no penúltimo mês do ano, o equivalente a baixa de 18,14% ante outubro e tombo de 61,08% frente igual mês de 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.