Maira Vieira/Estadão
Maira Vieira/Estadão

Vendas de veículos usados sobem 8,6% em agosto, diz Fenabrave

No total, 985,9 mil veículos foram vendidos no mês passado, o que ajudou a moderar, para 2%, a queda do volume desse mercado desde o início do ano

Eduardo Laguna, Estadão Conteúdo

08 Setembro 2016 | 15h36

Balanço divulgado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que representa as concessionárias de automóveis, mostra que, se a comercialização de carros novos está em baixa, as vendas de veículos usados apresentaram uma reação no mês passado.

Entre carros de passeio, utilitários leves - como vans e picapes -, caminhões e ônibus, as transferências de veículos usados tiveram alta de 8,6% em agosto, na comparação com igual período de 2015. Se comparadas a julho, as vendas de usados cresceram 4,8%.

No total, 985,9 mil veículos foram vendidos no mês passado, o que ajudou a moderar, para 2%, a queda do volume desse mercado desde o início do ano ante igual período de 2015. Nos últimos oito meses, os brasileiros compraram 6,72 milhões de veículos usados. Para cada veículo novo, cinco usados são vendidos no País. 

Na avaliação do presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o aquecimento acontece porque parte dos consumidores está preferindo comprar um carro seminovo, de até três anos, mais completo, do que gastar valor próximo num carro novo mais simples.

Só no segmento de automóveis de passeio e comerciais leves, as vendas de usados subiram, no mês passado, 8,6% na comparação com agosto de 2015 e 4,8% em relação a julho.

O balanço da Fenabrave mostra ainda que as motos usadas também estão em alta, com crescimentos de 5,1% frente ao mesmo mês do ano passado e de 7,1% no comparativo com julho.

No total, 260,6 mil motos usadas foram comercializadas no mês passado, levando o total registrado desde janeiro para 1,84 milhão de unidades, ainda uma queda, de 1,8%, em relação ao volume acumulado nos oito primeiros meses de 2015.

Mais conteúdo sobre:
Automóvel Caminhão Ônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.