Vendas do comércio varejista crescem 4,6% no Dia das Mães

As vendas do comércio varejista para o Dias das Mães aumentaram 4,6% na capital paulista, em relação ao mesmo período do ano passado, conforme informou hoje a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), com base em pesquisa realizada com cem empresários. O resultado ficou ligeiramente acima do verificado na sondagem anterior à data, em que foram previstas vendas 4% maiores, e superou o desempenho dos anos anteriores. No Dia das Mães de 2004, houve crescimento 3,6% sobre o mesmo período de 2003, que havia apresentado retração de 8,7% sobre 2002. De acordo com a Fecomercio-SP, 71% das negociações foram feitas por meio de cartão de crédito no Dia das Mães de 2005, sendo que 41% delas de forma parcelada. O pagamento à vista representou 11% do total transacionado e o cheque pré-datado respondeu por 4,1%. A pesquisa mostrou também que 69,9% dos empresários do comércio realizaram algum tipo de promoção e que 43,1% ofereceram descontos especiais. Por segmento, as vendas de bens duráveis registraram um crescimento de 4,4%, enquanto as de semiduráveis, 4,8%. Segundo a entidade paulista, este comportamento demonstra que o "discreto aumento de renda", observado de 2004 para cá, somado às condições favoráveis da oferta de crédito, leva o consumidor a adquirir bens que, antes, eram de difícil acesso. "A melhoria do cenário econômico nos últimos dois anos, com redução do desemprego, aumento do poder de compra do consumidor e ampliação da oferta de crédito, favoreceram a conquista de resultados positivos pelo comércio varejista", observa a assessoria econômica da Fecomercio-SP.

Agencia Estado,

09 Maio 2005 | 16h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.