Vendas do Dia dos Pais estão abaixo das expectativas

O movimento do comércio em razão do Dia dos Pais desagradou a maioria dos varejistas da região metropolitana de São Paulo. Para 67,94% dos empresários, as vendas até agora estão abaixo das expectativas. Na média, houve uma queda de 4,74% em relação ao mesmo período do ano passado.O segmento mais penalizado foi o de calçados e roupas, pois caiu 6,48%. A retração foi maior que no comércio de bens duráveis (-4,6%), onde estão incluídos os eletrodomésticos e eletrônicos. Este grupo, como já está com vendas desaquecidas há muito tempo, registrou perda menor. A maioria dos consumidores optou por alternativas mais baratas, como CDs. Os dados são de sondagem realizada pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio SP), com 200 comerciantes da Grande São Paulo. A forma de pagamento preferida é o cartão de crédito, opção de 60,77% dos entrevistados. A preferência por essa modalidade deve-se, principalmente, à possibilidade de postergar o pagamento do presente ou até parcelar. O pagamento à vista (dinheiro, cheque, cartão de débito) foi escolhido por 11,48% dos consumidores; cheque pré-datado, por 8,61% e outras forma de pagamento como carnês foram preferidas por 19,14%.

Agencia Estado,

08 de agosto de 2003 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.