Vendas do Dia dos Pais no comércio de SP cresceram 3,4%

As vendas voltadas para o Dia dos Pais subiram 3,4% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP). Em 2003, o setor registrou queda de 5,4% no faturamento do mesmo período. De acordo com a avaliação da Fecomércio, o resultado não recupera a perda verificada no ano passado, mas aponta um melhor desempenho do setor. Segundo a sondagem, a alta acompanha um ritmo de crescimento verificado no Dia das Mães (3,6%) e Dia dos Namorados (2,8%). O grupo de produtos semiduráveis, que inclui vestuário e calçados, registrou alta nas vendas de 6%. E o de produtos duráveis, como os eletroeletrônicos e CDs, um crescimento de 1,6%. Em levantamento feito às vésperas do Dia dos Pais, a entidade calculou que o aumento seria de 5,9% e 1%, respectivamente. Meios de pagamentoSegundo os 120 empresários na região metropolitana da capital paulista consultados pela sondagem, cerca de 64% das vendas foram feitas com cartão de crédito. No Dia dos Pais, esse meio foi utilizado em 62,4% das transações. As outras formas de pagamento foram a vista (14%), carnês (17%) e cheques pré-datados (5%).Além disso, 69% dos empresários consultados realizaram algum tipo de promoção neste período. A venda parcelada sem juros foi o atrativo mais adotado (42%), seguido por ofertas especiais (31%).As informação são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.