Vendas do varejo crescem 1,1% em agosto, aponta IBGE

Comércio de veículos registra a maior queda no mês (-3,7%); materiais de informática têm melhor variação

Jacqueline Farid, da Agência Estado,

15 de outubro de 2008 | 09h40

As vendas do comércio varejista cresceram 1,1% em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal, segundo divulgou nesta quarta-feira, 15, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (-0,20% a 1,50%) e acima da mediana de 0,46%. Na comparação com agosto do ano passado, as vendas aumentaram 9,8%. Neste caso, as projeções apontavam uma alta entre 7,0% e 10,50%, com mediana de 8,60%. No ano, o varejo acumula alta de 10,6% e em 12 meses, de 10,2%.  Entre as atividades do varejo pesquisadas pelo IBGE, a maior variação apurada em agosto ante o mês anterior ocorreu em equipamentos e materiais de informática e de comunicação (3,2%), enquanto a principal queda foi registrada em veículos e motos, partes e peças (-3,7%). O grupo de hiper,supermercados e produtos alimentícios, que tem maior peso na pesquisa, registrou alta de 1,1%, nessa base de comparação.  Ante agosto do ano passado, a maior variação também foi apurada em equipamentos de informática (33,7%), enquanto o pior resultado ficou com material de construção (2,4%). As vendas de hiper, supermercados, e produtos alimentícios subiram 7,8% no período.  O índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista registrou alta de 0,73% no trimestre encerrado em agosto, ante o terminado em julho. O índice ficou acima do apurado em julho, quando o trimestre terminou com variação de 0,70% em relação ao finalizado em junho. Naquele mês, porém, o índice de média móvel havia chegado a 0,85% em relação ao trimestre terminado em maio.

Tudo o que sabemos sobre:
VarejocomércioIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.