Vendas dos supermercados caem 2,26% em janeiro

As vendas dos supermercados registraram em janeiro uma queda real de 2,26% em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Na comparação com dezembro, o recuo das vendas foi de 26,39%.Segundo a entidade, janeiro é tradicionalmente um mês de declínio do faturamento em razão de liquidações e ofertas, além de os gastos das famílias estarem comprometidos pelo pagamento de impostos e despesas escolares. Os números mostram a continuidade do comportamento cauteloso do consumidor registrado ao longo de 2003, quando os supermercados apresentaram perda real de 4,5% no faturamento em relação a 2002. A cesta de 35 produtos de largo consumo, pesquisada mensalmente pela Abras, registrou em janeiro uma alta de 1,42%, chegado a custar R$ 194,71. Os maiores aumentos foram verificados no tomate (42,36%), feijão (10,21%), cebola (5,06%), enquanto as maiores quedas foram registradas na margarina (-12,49%), mussarela (-7,18%) e queijo prato (-5,81%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.