Vendas em supermercado crescem 0,54% em setembro

As vendas reais (descontada a inflação) dos supermercados tiveram alta de 0,54% em setembro ante agosto, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a setembro de 2006, as vendas reais aumentaram 5,37%. No acumulado do ano, o crescimento é de 6,46% ante os primeiros nove meses de 2006. Todos os índices foram deflacionados pelo IPCA, que em setembro teve variação de 0,18%.Em valores nominais, as vendas dos supermercados em setembro registraram alta de 0,72% ante agosto e de 9,74% na comparação com setembro de 2006. No acumulado do ano, o crescimento é de 10,11%.Fim do anoA Abras prevê vendas 11% maiores que as realizadas em 2006 no período de festas de fim de ano. Segundo a associação, para alcançar este resultado o setor supermercadista vai apostar em preços competitivos, ofertas, promoções, crédito facilitado e maior oferta de produtos e serviços.A pesquisa da Abras, realizada com 55 empresas que representam mais de 50% do faturamento do setor, aponta que 65% dos entrevistados fizeram encomendas superiores às de 2006, enquanto 33% mantiveram o mesmo volume. Apenas 2% diminuíram seus pedidos para o fim deste ano.Em relação ao tipo de produtos, 52% dos entrevistados compraram 15% mais brinquedos que no ano passado; 59% aumentaram em 10% as compras de chester; 57% elevaram as compras de pernil; e 42% encomendaram 8% a mais de tender.As compras de panetone foram 13% superiores para 72% dos entrevistados. Em relação às bebidas alcoólicas, 61% elevaram os pedidos de bebidas natalinas nacionais em 12%, e 85% aumentaram as encomendas de cerveja e refrigerante, em 14%. A seção de importados registrou elevação de 9% nos pedidos para 46% dos entrevistados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.