Vendas físicas de aço da Usiminas caem 2% no 1º trimestre

Recuo se dá em comparação ao mesmo período do ano passado; na comparação com o quarto trimestre de 2010, porém, o volume vendido aumentou 1%

Chiara Quintão, da Agência Estado,

28 de abril de 2011 | 09h01

As vendas físicas de aço da Usiminas caíram 2% no primeiro trimestre ante o mesmo período do ano passado, para 1,588 milhão de toneladas. Na comparação com o quarto trimestre de 2010, porém, o volume vendido aumentou 1%. Nas vendas totais, a maior queda foi registrada no segmento de placas, com recuo de 60% ante o primeiro trimestre do ano passado e de 61% em relação ao quarto trimestre.

O mix de vendas melhorou, e o mercado interno respondeu por 77% das vendas no intervalo de janeiro a março, ante 73% no primeiro trimestre de 2010 e 68% no último trimestre do ano passado. As vendas domésticas de laminados a frio caíram 20% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado, mas ficaram 16% maiores que as do quarto trimestre.

No primeiro trimestre, a produção de aço bruto caiu 2% ante o intervalo equivalente de 2010, para 1,783 milhão de toneladas. Na comparação com o quarto trimestre, o volume produzido aumentou 12%. Já a produção de laminados cresceu 8% ante o último trimestre de 2010.

A receita líquida da unidade de negócio Siderurgia foi de R$ 2,7 bilhões, 5% acima da registrada no período de outubro a dezembro de 2010. Além da maior participação do mercado interno nas vendas, a receita cresceu também devido ao preço médio por tonelada de laminado para exportação 12% acima do quarto trimestre de 2010.

Produção de minério

A Usiminas produziu 1,554 milhão de toneladas de minério de ferro no primeiro trimestre, 3% acima do mesmo período do ano passado, mas 10% abaixo do volume registrado no quarto trimestre de 2010. Em relatório, a companhia informou que o volume produzido ficou "pouco abaixo do planejado para o período", devido às chuvas e a manutenções da unidade, com recuperação em março. A Usiminas reiterou a meta de produzir oito milhões de toneladas de minério em 2011.

A companhia informou que as vendas de minério somaram 213 mil toneladas, 33% abaixo do primeiro trimestre do ano passado e 53% inferiores ao quarto trimestre de 2010. Conforme a companhia, a queda ante o mesmo período de 2010 deveu-se a exportações que foram concluídas fora do trimestre, em abril. O volume de minério direcionado para as usinas de Ipatinga e Cubatão foi de 1,035 milhão de toneladas, 25% a menos que no primeiro trimestre de 2010, mas 6% superior ao do quarto trimestre.

Lucro

A Usiminas registrou lucro líquido de R$ 16 milhões no primeiro trimestre de 2011, 96% abaixo do obtido no mesmo período do ano passado, no padrão contábil IFRS. Na comparação dos dois intervalos, a receita líquida subiu 1%, para R$ 3,063 bilhões, enquanto a geração de caixa medida pelo Ebitda caiu 53%, para R$ 337 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Usiminasaçominério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.