Vendas no varejo crescem 2,2% em maio, o menor avanço em 16 meses

Aumento da inflação, em especial a dos alimentos, está tirando poder de compra do brasileiro

Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

11 de junho de 2013 | 11h40

O crescimento de 2,24% das vendas no varejo no mês de maio em relação a igual mês de 2012, o menor em 16 meses, segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), reflete o aumento do custo de vida, de acordo com documento divulgado nesta terça-feira, 11. "Tivemos um primeiro trimestre bastante pressionado pela inflação, principalmente alimentos", disse a economista do SPC Brasil Ana Paula Bastos.

"A renda das famílias está tendo uma perda real. E as famílias estão comprometendo mais renda com alimentação." A alta menor da inadimplência na mesma comparação (1,97%, menor alta em 16 meses) também é atribuída à inflação. "A inadimplência está muito atrelada ao consumo. Como o consumo caiu, a inadimplência apresentou desaceleração."

Tudo o que sabemos sobre:
CNDLinadimplênciamaiocrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.