Vendas no varejo da zona do euro caem bem mais que esperado em setembro

As vendas no varejo da zona do euro recuaram muito mais do que o esperado em setembro, e o crescimento visto em agosto foi revisado para baixo, apontando para demanda das famílias mais fraca no terceiro trimestre.

REUTERS

05 de novembro de 2014 | 08h23

O escritório de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou nesta quarta-feira que as vendas no varejo nos 18 países que compartilham o euro caíram 1,3 por cento em setembro sobre o mês anterior e cresceram 0,6 por cento sobre um ano antes.

Economistas consultados pela Reuters esperavam queda mensal de 0,8 por cento e aumento anual de 1,2 por cento.

O Eurostat também revisou para baixo o aumento mensal de agosto para 0,9 por cento, sobre 1,2 por cento, e confirmou a expansão anual de 1,9 por cento.

As vendas no varejo são uma medida de demanda das famílias e reforçam a previsão da Comissão Europeia de que a economia da zona euro vai estagnar no terceiro trimestre, após expansão de 0,3 por cento no primeiro trimestre e de 0,1 por cento no segundo.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUROVAREJO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.