Vendas no varejo dos EUA ficam estáveis em julho

As vendas no varejo dos EUA ficaram estáveis em julho, segundo dados do Departamento de Comércio, em um sinal da frágil demanda dos consumidores. Excluindo automóveis, as vendas no varejo subiram 0,1%. Economistas consultados pela Dow Jones Newswires previam alta mensal de 0,2% no resultado geral e de 0,4% excluindo automóveis.

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 11h33

A alta de 0,2% em junho ante maio foi mantida sem revisão. Em maio as vendas no varejo cresceram 0,4% ante abril, menos do que o cálculo inicial de +0,5%.

Na comparação com julho do ano passado, as vendas no varejo subiram 3,7%, menos do que o aumento anual de 4,3% registrado em junho. Durante os três meses até julho as vendas no varejo cresceram 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

As vendas de veículos motores e autopeças caíram 0,2% em julho ante junho, as vendas de móveis recuaram 0,1% e as vendas em lojas de departamentos diminuíram 0,7%. Houve alta de 0,4% nos gastos em lojas de roupas, de 0,2% em lojas de mantimentos e também +0,2% em estabelecimentos de alimentação e bebida. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAvarejovendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.