Vendas no varejo dos EUA sobem acima do esperado em janeiro

As vendas no varejo dos Estados Unidos aumentaram mais do que o esperado em janeiro, quando uma maior demanda por bens esportivos, eletrônicos e lojas de utensílios para casa contrabalançou uma estabilidade no setor automotivo.

REUTERS

12 de fevereiro de 2010 | 11h59

A alta foi de 0,5 por cento, após a queda de 0,1 por cento, que foi revisada ante a leitura preliminar de recuo de 0,3 por cento.

Analistas consultados pela Reuters previam para janeiro uma expansão de 0,3 por cento.

Em relação a janeiro de 2009, as vendas aumentaram 4,7 por cento.

As vendas de veículos e autopeças ficaram estáveis no mês, após subirem 0,1 por cento em dezembro.

Excluindo esse setor, as vendas no varejo tiveram alta de 0,6 por cento, seguindo a queda de 0,2 por cento no mês anterior. Economistas projetavam avanço de 0,5 por cento.

As vendas de eletrônicos e utensílios para casa aumentaram 1,2 por cento em janeiro, após declinarem 3,5 por cento em dezembro. As de bens esportivos, hobbies e livros avançaram 1 por cento, depois de subirem 1,9 por cento no mês anterior.

O núcleo das vendas no varejo, que exclui automóveis, gasolina e materiais de construção, teve variação positiva 0,8 por cento, depois de cair 0,3 por cento em dezembro.

(Por Lucia Mutikani)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRO, EUA, VAREJO, ATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.