Vendas no varejo nos EUA indicam mais vontade de consumir

Os varejistas dos Estados Unidos registraram fortes vendas em outubro, um sinal de que norte-americanos estão consumindo com mais gosto, o que pode ajudar a manter o crescimento da economia em ritmo forte.

REUTERS

14 de novembro de 2014 | 11h48

As vendas no varejo dos EUA cresceram 0,5 por cento no mês passado excluindo componentes voláteis como gasolina, automóveis, materiais de construção e serviços alimentares, segundo dados do Departamento do Comércio divulgados nesta sexta-feira.

Foi o maior aumento desde agosto, pouco acima das expectativas de alta de 0,4 por cento.

Dados revisados mostraram também que essa medida de vendas ficou inalterada em setembro. No mês passado, houve queda no núcleo de vendas em setembro.

As vendas do varejo são responsáveis por cerca de um terço dos gastos de consumidores. No número cheio, o crescimento foi de 0,3 por cento, impactado pela queda de 1,5 por cento das vendas em postos de combustíveis. Economistas consultados pela Reuters estimavam alta de 0,2 por cento.

(Por Jason Lange)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAVAREJO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.