Vendas no varejo tem menor expansão semestral desde 2003

Em junho, o crescimento foi de 5,6% na comparação com 2008 e de 1,7% em relação a maio, indica o IBGE

Adriana Chiarini e Clarice Spitz, da Agência Estado,

13 de agosto de 2009 | 09h03

As vendas no varejo no País cresceram 4,4% no primeiro semestre deste ano, na menor expansão desde 2003, informou nesta quinta-feira, 13, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em junho, o crescimento foi de  5,6% na comparação com 2008 e de 1,7% em relação a maio.

 

Veja também:

especialESPECIAL: Dólar, o fim de uma era?

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise

 

A comparação entre primeiros semestres, o deste ano também foi o pior desde 2003, quando houve queda de 5,6%. A variação do primeiro semestre deste ano ficou muito próxima a do primeiro semestre de 2005, quando a alta foi de 4,6%.

 

O segmento de hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo teve alta de 0,9% nas vendas em junho ante maio. Em relação a igual mês de 2008, a expansão de vendas foi de 8,2%, a maior contribuição para o crescimento das vendas no varejo registradas pela Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) de junho do IBGE.

 

O setor respondeu, sozinho, por 68% da alta de 5,6% apurada nas vendas do comércio varejista na comparação com junho do ano passado. Esse setor do varejo, que tem maior peso na PMC, acumula, no ano, alta de 6,8% e em 12 meses, de 6,0%.

Tudo o que sabemos sobre:
vendas no varejoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.