carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Vendas pendentes de moradias sobem 3,5% nos EUA

O número de consumidores dos Estados Unidos que assinaram contratos para comprar residências subiu em novembro ao mais alto nível em sete meses. O índice de vendas pendentes de imóveis existentes no país avançou 3,5%, para 92,2, segundo dados divulgados hoje pela Associação Nacional de Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês). A expectativa dos analistas era de alta de 1%.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

30 de dezembro de 2010 | 13h54

Na comparação com outubro do ano passado, quando o índice estava em 97, as vendas recuaram 5%. Segundo Lawrence Yun, economista-chefe da NAR, o mercado de moradias deve apresentar uma recuperação gradual no próximo ano. O índice da NAR é baseado nas vendas pendentes de imóveis existentes, incluindo casas e condomínios. Uma venda é considerada pendente quando o contrato foi assinado, mas a transação ainda não foi finalizada. As vendas geralmente são encerradas um ou dois meses após a assinatura do contrato. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
imóveiscasasvendasmoradiasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.