Vendas reais de supermercados caem 5,6% em setembro

No ano, porém, faturamento do setor cresce 8,9% na comparação com os nove primeiros meses de 2007

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

29 Outubro 2008 | 11h43

As vendas do setor supermercadista caíram 5,6% em setembro na comparação com agosto, segundo divulgou nesta quarta-feira, 29, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a setembro do ano passado, porém, as vendas reais do setor apresentaram crescimento de 5,5%. No acumulado de janeiro a setembro, as vendas reais do setor cresceram 8,9% sobre os nove primeiros meses do ano passado, segundo a Abras. Os números já descontam a inflação pelo IPCA.   O valor real da cesta de 35 produtos classificados pela entidade como de largo consumo, como alimentos, limpeza e beleza, recuou 1,25% em setembro em relação ao mês anterior, para R$ 251,99. Já na comparação com setembro de 2007, houve aumento real no valor da cesta de 8,3%.   Segundo a Abras, os produtos que registraram as maiores quedas de preços de agosto para setembro foram cebola (-26,6%), batata (-17,9%) e óleo de soja (-5%), enquanto as maiores altas foram de sabonete (+4,3%), margarina (+4,2%) e tomate (3,3%).

Mais conteúdo sobre:
Supermercados Comércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.