coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Vendas sobem e varejo no País acumula 8 meses de alta

Volume comercializado tem expansão de 0,7% em agosto ante julho; no ano, alta acumulada é de 9,7%

Renato Andrade, da Reuters,

18 de outubro de 2007 | 09h52

O comércio varejista do País completou em agosto oito meses consecutivos de aumento nas vendas, o que mostra que a demanda por produtos no País segue em ritmo forte.  De acordo com levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgado nesta quinta-feira, 18, o volume de vendas do comércio no País em agosto ficou 0,7% acima do registrado em julho.  O resultado ficou bem acima do estimado por 15 economistas consultados pela Reuters. A mediana dos prognósticos indicava um crescimento de 0,2% no mês.  Na comparação com agosto do ano passado, o aumento foi ainda maior: 9,9%. A variação também superou a mediana das projeções feitas por 24 economistas, que indicava um avanço de 8,5% neste tipo de comparação.  Em termos de receita, o aumento mensal foi de 1,3% e de 13,2% na comparação anual.  O segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo registrou um aumento nas vendas de 6,4% na comparação com agosto do ano passado. O setor, com isso, respondeu por 34% da taxa de crescimento verificado pelo varejo no período, informou o IBGE em comunicado.  De janeiro a agosto, as vendas no varejo brasileiro cresceram 9,7%, enquanto as receitas ficaram 11% maiores.  Nos últimos 12 meses, o volume de vendas acumula um ganho de 9%. As receitas, por sua vez, cresceram no período 9,9%, informou o IBGE.

Tudo o que sabemos sobre:
Varejocomércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.