Venezuela anuncia subsídios a produtores de alimentos

O governo da Venezuela decidiu subsidiar a produção de alimentos e produtos agrícolas considerados essenciais. A medida tem o objetivo de combater o desabastecimento.Segundo matéria publicada no diário oficial, o Ministério da Agricultura vai oferecer subsídios para algodão, cana-de-açúcar, milho, arroz e sorgo. A medida entra em vigor imediatamente.O Estado vai pagar aos agricultores 559 bolívares (cerca de US$ 260) por tonelada de algodão e 72 bolívares por tonelada de milho, por exemplo.A falta de produtos alimentícios no mercado se tornou uma dor de cabeça para o presidente Hugo Chávez, que ameaçou punir os agricultores com multas e até desapropriações caso parassem de produzir ou vendessem suas safras por um preço maior do que o estabelecido pelo governo.Chávez instituiu um tabelamento de preços no começo de 2003. Seu governo também usou de subsídios para vender alimentos importados abaixo do preço de custo por meio da estatal Mercal. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.