coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Venezuela aprova corte de US$ 859,4 milhões

O Conselho de Ministros da Venezuela aprovou um corte de gastos do governo de aproximadamente 1 trilhão de bolívares - o equivalente a US$ 859,4 milhões - para este ano, disse o vice-ministro de Finanças, Jesus Bermudez. No total, 700 bilhões de bolívares virão de programas de investimentos e 330 bilhões de bolívares de despesas atuais, disse Bermudez à Dow Jones. A medida, que reduz o orçamento deste ano para cerca de 25 trilhões de bolívares, já era esperada porque o governo venezuelano está numa situação de "cash crunch" (crise de liqüidez), uma vez que os gastos públicos superam a receita. De acordo com as recentes estatísticas do Banco Central, o governo gastou 2,81 trilhões de bolívares nos primeiros dois meses deste ano, cerca de 11% a mais que igual período de 2001, enquanto a receita caiu 19%, em 1,93 trilhão de bolívares. Em fevereiro, os gastos do governo cresceram 36% em relação a igual mês de 2001, em 1,57 trilhão de bolívares, enquanto a receita cresceu 11%, em 846,38 bilhões de bolívares. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

13 de junho de 2002 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.