Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Venezuela assume controle de mais 35 petroleiras

A Venezuela formalizou hoje a tomada de controle de mais 35 companhias de serviço de petróleo, como parte da campanha de nacionalização do setor do presidente Hugo Chávez. A nova lista de 35 companhias está no Diário Oficial do país. A companhia Petróleos de Venezuela (PDVSA), agora, tem o controle sobre ativos de 74 companhias petroleiras.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 12h24

A mais recente lista de companhias inclui a joint venture SIMCO, controlada pela Wood Group, com sede na Escócia, de tecnologia de injeção de água em poços de petróleo, usada para aumentar a pressão na retirada de petróleo dos poços. Dezenas de outras empresas, a maior parte envolvida em transporte de água na região de Maracaibo, também foram mencionadas na lista.

Segundo à resolução do governo, a PDVSA assumirá o controle dos ativos, para depois avaliá-los e eventualmente considerar que alguns deles não são de interesse do governo venezuelano. Em tal situação, "a tomada de controle será invalidada". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoVenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.