carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Venezuela eleva rendimento para estimular a poupança

O banco central da Venezuela ajustou hoje as taxas de remuneração de depósitos bancários, como parte da campanha do presidente Hugo Chávez de combater a inflação e estimular a poupança. A remuneração sobre os depósitos foi aumentada de 10% para 13% ao ano. Em outra decisão, que desestimula as compras parceladas com cartão de crédito, subiu para 32% o teto dos juros do cartão.Ao mesmo tempo, a autoridade monetária impôs limites para os juros de algumas linhas de empréstimos concedidos pelos bancos. As taxas do crédito para empresas manufatureiras poderá ser de no máximo 19% ao ano. Nos empréstimos para o setor agrícola, a taxa máxima permitida aos bancos pelo governo venezuelano será de 14% ao ano (o limite anterior era 15%). As informações são da Dow Jones.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

29 de fevereiro de 2008 | 14h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.