Venezuela está confortável com preços do petróleo, diz ministro

A Venezuela está satisfeita com os atuais preços globais do petróleo e irá defender uma manutenção dos níveis de produção na reunião da Opep em Viena, no próximo mês, afirmou o ministro de Energia, Rafael Ramirez, neste domingo.

MARIANNA PARRAGA, REUTERS

26 de setembro de 2010 | 12h26

No início do mês, ele disse que os preços deveriam subir para 100 dólares por barril, para que os produtores pudessem manter os níveis de produção.

No domingo, ele afirmou que aquele preço era um objetivo de longo prazo para o maior exportador de petróleo da América do Sul.

"De jeito nenhum nós dissemos que o nosso objetivo era alcançar 100 dólares neste ano... nosso objetivo para este ano é estabilidade", declarou.

"Estamos satisfeitos com o fato de termos conseguido um preço estável, flutuando em torno de 70 dólares. Acreditamos que devemos manter o mesmo nível de produção...", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOVENEZUELA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.